• Mix Clean

Ácaros no sofá: o que são e por que são perigosos?



O que eles têm de microscópicos, têm de perigosos para a nossa saúde. Verdadeira praga que mora em nossa própria casa, os ácaros são os principais responsáveis pelas alergias – daquela coceirinha inocente no nariz a algumas dermatites mais sérias.

Habitando principalmente locais como sofás, colchões, tapetes e estofados em geral, na verdade o ácaro é um nome comum dado a cerca de 50 mil espécies de aracnídeos diminutos. Apesar de fisicamente serem semelhantes a carrapatos, eles são impossíveis de serem vistos a olho nu.

Por isso, mesmo quando você pensa que sua casa está limpíssima após aquela faxina, cuidado. Apenas a limpeza doméstica não é capaz de acabar com eles. Veja o que esses seres são na realidade e por que são tão difíceis de serem exterminados.

Afinal, o que são ácaros?

Há vários tipos de ácaros. Fisicamente, todos são parecidos: têm cabeça, tórax e abdome unidos em um mesmo bloco, com três pares de patas quando estão em sua fase larval. Quando adultos, passam a ter quatro pares.

Representação Microscópica de Ácaro.

A estrutura bucal, por outro lado, tem um formato adaptado para a perfuração. Eles respiram através de traqueias, como qualquer outro aracnídeos – e, o que ninguém imagina, é que eles podem viver tanto no ambiente terrestre quanto aquático.

Conheça os vários tipos de ácaros

Entre os vários tipos, alguns são mais perigosos. É o caso dos ácaros vermelhos, os ácaros da sarna e os do folículo, que infectam os folículos pilosos e as glândulas sebáceas humanas.

Há ainda os ácaros dos pássaros, que atacam espécies domésticas e também podem transmitir dermatites para os humanos. Mas que ninguém se engane com os ácaros domésticos.

São eles os responsáveis por grande parte das asmas, rinites, conjuntivites alérgicas e dermatites utópicas, entre outras alergias, que acometem nada menos que 30% da população mundial.

Como os ácaros vão parar dentro de casa?

Isso não é difícil. Como seres microscópicos, os ácaros são facilmente levados para dentro de casa por nós mesmos – nas roupas, sapatos e objetos – ou pelo ar. E é aí que eles encontram o seu habitat preferido: os estofados.

A verdade é que os ácaros adoram lugares úmidos, como sofás, colchões, tapetes e roupas de cama. Eles se entranham nas fibras, nas camadas mais escondidas, onde vivem, se alimentam, geram detritos, se reproduzem, procriam e morrem.

Cinco gramas de poeira carregam 200 mil ácaros

Isso significa que tanto os ácaros vivos quanto os mortos e os excrementos ficam no mesmo lugar. Para se ter ideia do que isso representa, basta imaginar que todo esse “biossistema” chega a representar 10% do peso de um colchão com apenas 2 anos de uso.


Estudos realizados por pesquisadores da Unicamp em 2003 mostram que em cada grama de poeira há 40 ácaros em sofás e colchões. Ou seja, 200 mil desses seres em apenas 5 gramas.

De acordo com os mesmos estudos, 100 ácaros por grama de poeira já são suficientes para desencadear uma reação alérgica em alguém.

Por que a limpeza do sofá é importante

Os ácaros vivem nas fibras mais internas nos sofás, mas também estão na poeira solta, aquela que fica na superfície de móveis e objetos. Na limpeza diária, a vassoura e o espanador de pó apenas espalham ainda mais os esses animais para casa, por isso, o uso do aspirador é essencial.

Por outro lado, mesmo o aspirador de pó, utilizado em uma limpeza de sofá mais pesada, não consegue penetrar eficientemente nas fibras. Com isso, a verdade é que cada vez que alguém senta, levanta uma verdadeira nuvem de ácaros vivos, mortos e fezes de ácaros.

Higienização elimina ácaros das camadas mais profunda dos estofados

A higienização, também conhecida como limpeza de sofá profissional, é praticamente a única forma de eliminar os ácaros. Os produtos penetram profundamente no tecido dos estofados, eliminando tanto os elementos vivos quanto todos os seus restos.

Com isso, a limpeza de estofados profunda acaba também melhorando o aspecto da peça. Desde que feita com uma empresa que preze pela qualidade dos seus serviços, manchas são eliminadas e o tecido é rejuvenescido, deixando o sofá como novo.

Para ser realmente eficiente, no entanto, a higienização deve ser refeita a cada 6 meses, de forma a interromper o ciclo de vida dos ácaros. Assim, o ambiente fica muito mais saudável e o estofado com aparência renovada.